Olá, como tem passado? Sei que não tenho dado notícias. Semana retrasada eu quis te escrever, mas eu me contive porque eu sabia que depois disso você apenas estalaria seus dedos e eu voltaria. Na semana passada eu estava um pouco mais aliviada, porém eu ainda tinha aquele sentimento dentro de mim, aquela vontade de fazer algo que não estava ao meu alcance. Essa semana eu estive muito ocupada. Procurei me preocupar com coisas que valessem a pena pra mim.

Então, aqui estou eu. Tudo de volta a estaca zero. Estou te escrevendo para dizer que hoje eu sorri só de imaginar o seu sorriso. Estou escrevendo para dizer que eu me preocupei, até. E estou escrevendo para dizer que você não tem mais aquele domínio sobre mim. Hoje eu sou quem escreve, hoje sou eu quem decide. Hoje, só por hoje, eu quero lhe dizer que decidi me virar sozinha. Eu decidi não precisar. Eu quero que saiba que agora eu posso me consertar sozinha. Veja bem, não é que eu não possa viver sem você, eu posso, eu vivo. Infeliz, mas eu vivo. Porque só você consegue suprir toda a saudade com um abraço apertado, um sorriso fechado, ladino. Você consegue me fazer visitar o paraíso e ao inferno, no mesmo instante. Você é uma montanha russa, um trem desgovernado. É amor e sabedoria. Você sabe me fazer te amar e te odiar. Você me faz querer partir e querer voltar. Eu volto. Eu sempre volto. Mas eu não sou mais tão dependente assim, baby. (14th-clarisse)

  1. troubling-a-st4r reblogged this from 14th-iris
  2. 14th-iris posted this